A Confraria - História

Destacar o cavalo e a actividade equestre é o objectivo da Confraria do Cavalo, uma nova associação constituída na Trofa, no passado dia 2 de Junho.

 Joana da Silva Matos, Pedro Miguel Pinheiro da Silva, Hélder Fernando da Costa Santos, Afonso António de Serra Neves, José Luís de Sousa Moreira, Carlos Alberto Campos Dias, José Augusto dos Santos Couto, Manuel Torres Fernandes, Carla Susana Ferreira Dias e Carlos Hélder Maia Ferreira são os dez nomes que deram asas ao projecto, já apresentado no Cortejo da Confraria do Cavalo, momento que antecedeu a Gala Equestre “Lusitana Paixão”, na última edição da Feira Anual da Trofa.

Com sede em Santiago de Bougado, a Confraria do Cavalo “pretende ser uma associação de carácter social, cultural, desportivo e filantrópico, sem fins lucrativos”, tendo “por objecto social a difusão, promoção e consolidação nacional e internacional dos cavalos, em especial os cavalos das raças Puro-sangue Lusitano, Garrano e Cavalo Sorraia”, refere Carla Susana Dias, membro da associação, em nota enviada à imprensa.

“Pretende também promover na juventude o interesse pelo cavalo e pela arte equestre e a divulgação de conhecimentos sobre o cavalo. É ainda sua finalidade a protecção, preservação e a manutenção de actividades próprias de património histórico, imobiliário e cultural, relacionadas com o cavalo e a arte equestre. A Confraria vai também pautar a sua linha de acção desenvolvendo relações de cooperação e intercâmbio com associações congéneres nacionais e internacionais”, lê-se na mesma nota.

De acordo com Carla Susana Dias, de uma conversa com os trofenses Joana Matos e Pedro Silva, dois dos seus fundadores, foi descoberta “toda uma estratégia de trabalho já pensada e elaborada”. “Conscientes de um longo trabalho, ambos pensam que o sucesso da Confraria passará pela divulgação das virtudes e tradições do cavalo, organizando, para isso, feiras, competições desportivas, festas e outros eventos que envolvam cavalos, provas e concursos divulgando todas as vertentes equestres”, refere.

A criação da Confraria do Cavalo surgiu do desejo de um grupo de pessoas que já se conhece entre si pelo trabalho desenvolvido em conjunto na vertente equestre da Feira Anual da Trofa. Movidos pela paixão comum pelo cavalo e pela arte equestre, o grupo pretende dinamizar todas as actividades que se desenvolvem com cavalos.

A assinatura da escritura de constituição da Confraria foi o primeiro passo, seguindo-se em breve a eleição dos corpos sociais da Confraria em Assembleia-geral, dando assim cumprimento aos estatutos.

in O Notícias da Trofa, 19 Junho 2009

  • Visite-nos no Facebook!

    Pesquise por “Confraria do Cavalo”.